Prosperidade, Sacrifício e Independência. Reflexão da atualidade.


O texto a seguir é uma conversa via direct do Instagram com uma grande amiga:

….. bla bla bla … bla bla bla…

…É o típico “quem não chora não mama”, acontece hoje é que os chorões estão ganhando poder.

O Italo Marsili na live do terça livre também disse um negócio esses dias, que a mídia, artistas, toda essa classe influenciadora é como uma criança chorando com a fralda suja. É uma relação infantil e uma reação instintiva das pessoas.

Igual a música do Raul “mas é que se agora pra fazer sucesso pra vender disco de protesto, todo mundo tem que reclamar”

E de tanto falarem de matrix isso matrix aquilo, me emprestaram um livro chamado no “Comando da Matrix” é um livro bem interessante. Agora, que a maioria de livros mindset só taca o pau no capitalismo, puxa a sardinha para inteligência emocional, e fica falando de sucesso o tempo todo isso fica. O livro o monge e o executivo é um baita livro, bem escrito. Mas eu não sou uma pessoa que sou muito fã dessa coisa de inteligência emocional eu não nasci com isso, ou falo as coisas na cara ou eu deixo pra lá. O tempo todo a gente é moldado, a ter ações ou ver o positivo em tudo. Nunca a verdade de verdade.

A gente é ensinado a ser altruísta por que a nossa natureza é ser egoísta. E porque isso é ruim?? Por que é ruim ter inveja? Se inveja é só você desejar ter algo que o outro tem. E somos punidos pela igreja, sociedade etc…. Por que não nos conhecemos e não conhecemos o verdadeiro significado das coisas,Por que a “verdade” é mostrada de forma cínica, doce e distorcida.

Quer ver mais uma coisa, a gente precisou ficar de quarentena, foi difícil, por que foi um sacrifício, e resistir a sacrifícios é da natureza humana. Então a gente inventa meios de não parecer ou de deixar essa verdade mais legal. A maioria desses programas de TV, filmes etc… é para nós entreter, até algumas músicas que grudam no nosso cérebro é só para desviar a gente da verdade.Então a gente inventa outra que acredita ser mais legal, e quando essa também não é legal, vamos para próxima.

Uma busca constante de entretenimento, por isso os filmes, novelas, séries ganham tanto espaço. E no casos mais extremos ou engraçados, tem gente que não sabe o que fazer quando termina uma série 🤣🤣🤣”Que tal viver a própria vida, para variar “E o que os esquerdistas adoram indicar para gente? Livros, filmes “cult” e só de pessoas fracassadas mas um gênio… Porque romantizam ser medíocre, ou associam que toda pessoa inteligente e sensível é pobre.

Eu estava lendo que alguns livros são altamente, manipulados, já intitulados best sellers justamente, porque vai ter “intelectuais”, que vai disseminar isso, como colunistas de jornais por exemplo. Um livro que não me arrependo “a sutil a arte de ligar o foda-se” “filosofia para quem tem coragem” é um tapa na cara de verdade. Esse último que me emprestaram é médio. “A janela de Overton” ele é um livro político, que fala sobre o governo e a opinião pública, que é bem o que acontece ultimamente.

Até as propagandas são estratégicas, após uma notícia terrível de corrupção, morte etc, cria um suspense, as pessoas que assistem TV aberta são as que mais consomem coisas desnecessárias, (e que reclamam do consumismo)

Essas notícias sensacionalistas, deixam elas tristes, vazias, e elas substituem isso com comida, com uma tv maior para ver as desgraças em HD, ou trocar de carro, é muito sutil. É engraçado que nessa época de quarentena, a mídia, deitou e rolou sem dó.Eu sempre voto,no caminho da naturalidade, do conhecer a si mesmo, no saber a verdade, e aceitar, (não conformismo) sobre as coisa. E dificilmente será manipulado, vai se entreter com qualquer coisa. A pessoa se torna sabia pelas coisas que ela experimenta, pela aceitação das suas misérias, mas ela se torna intelectual pelos livros que lê, reproduzindo pensamentos e ideias dos outros, ela não produz nada. Ela nem sequer se conhece, nem sabe quais os defeitos, que faz com que ela fique de pé todos os dias. Jiddu Krishnamurti escreveu um livro, que basicamente no final ele disse, pare de ler o meu livro e vá escrever o seu.

Eu vejo que esquerdista, lacradores, intelectuais, são os maiores manipulados, ingênuos, que existem. Eles querem controlar, mas são descontrolados, o discurso segue até o mesmo padrão de palavras.

Conforme passam os tempos eu vou incluindo conceitos no que eu acredito ser a base fundamental.

Prosperidade,

Sacrifício

e agora, com essa zoeira toda de covid e guerra política/cultural/midiática: Independência.

Autonomia de pensamento e opinião. Isso é um negócio raro hoje em dia. Claro que ninguém vai cagar uma super opinião do nada. Toda opinião tem que ter alguma referência, mas hoje em dia as pessoas tem opiniões muito superficiais, elas repetem hashtag da moda ou manchetes de mídia manipulada. Apenas a manchete, porque elas não leem o texto. A impressão é que a pessoa não absorve mais de 42 caracteres.

Ela pega uma frase de efeito e alguns símbolos emocionais e aquilo se torna a vida dela por alguns instantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *